sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Cancro do colo do útero - jovens vacinadas já no próximo mês

-
Cancro do colo do útero - Estado já escolheu a vacina
Jovens vacinadas no próximo mês
-
As raparigas de 13 anos poderão começar a ser vacinadas já no próximo mês contra o papiloma vírus, que provoca o cancro do colo do útero.
-
A vacina, que vai ser integrada no Plano Nacional de Vacinação (e dada gratuitamente), já está escolhida. Os dois laboratórios que têm produtos contra este vírus entregaram ontem as propostas. A Gardasil, da Sanofi Pasteur MSD, obteve a maior pontuação no concurso público, em detrimento da Cervarix, da GlaxoSmithKline. Não por ser mais barata, mas por imunizar contra mais tipos de vírus.
-
De acordo com as regras do concurso, a escolha é feita tendo em conta uma fórmula: a eficácia e a abrangência de cada uma valiam 53%, o preço 47%. Na segunda ronda de propostas, os laboratórios baixaram os preços das ofertas. A Sanofi propôs vender por 55 euros e a Glaxo 39,39 euros, cada dose.
-
Ao optar pela mais cara, o Estado irá pagar mais 2,6 milhões de euros por ano para vacinar 55 mil jovens (a cada uma são dadas três doses). Foram encomendadas 169 mil doses para o primeiro ano.
-
O Governo tinha aprovado, em Conselho de Ministros já este mês, um orçamento de 14 milhões de euros para adquirir a vacina (acrescido de IVA). Mas, como cada concorrente baixou as ofertas nesta segunda fase do concurso, o Ministério da Saúde poupará mais de quatro milhões de euros em relação à verba prevista. A decisão do júri ainda não foi divulgada oficialmente e, por isso, o Ministério da Saúde não comenta se esta diferença de preços será utilizada para vacinar mais jovens.
-
Anunciada há um ano pelo então ministro Correia de Campos, a vacina contra o cancro do colo do útero estava prevista para começar a ser administrada em Setembro. Mas o concurso público sofreu um atraso após um dos laboratórios ter entregue uma providência cautelar contra o outro concorrente, por não ter entregue toda a documentação no prazo. O concurso não chegou a ficar suspenso, pelo interesse público na sua conclusão.
-
O QUE É QUE A VACINA VENCEDORA TEM?
-
A Gardasil, vacina agora escolhida no concurso público, foi a primeira a entrar no mercado. Tal como a concorrente Cervarix, tem cem por cento de eficácia. A diferença é o facto de proteger contra mais estirpes de vírus (quatro, enquanto a concorrente se fica por duas). Além dos papilomas vírus humano 16 e 18 – os mais comuns e os que estão na origem da maioria dos cancros do colo do útero – apresenta protecção para os tipos 6 e 11, responsáveis por lesões como as verrugas genitais.
-
Este vírus é transmitido por via sexual e representa a segunda causa de morte por cancro nas mulheres entre os 15 e os 44 anos. Portugal tem a taxa de incidência mais alta da Europa, com cerca de 900 novos casos por ano e mais de 300 mortes devido a este carcinoma.
-
DGS PODE AVANÇAR 'NUM PRAZO DE DIAS'

O director-geral da Saúde, Francisco George, está apenas à espera da formalização da escolha do fornecedor para avançar com a vacinação. Francisco George garante que, depois do processo concluído, é uma questão de dias até que tudo seja posto em prática. Também a Sanofi Pasteur já fez saber que as vacinas estão em Portugal e disponíveis para ser adquiridas.
-
De acordo com os prazos definidos, os concorrentes têm agora cinco dias úteis para recorrer.Caso não haja contestação, o júri publica o relatório final e a decisão segue para o Ministério da Saúde, para aprovação da ministra Ana Jorge. (Correio da Manhã)
-
APONTAMENTOS
-
Calendário

Este ano serão vacinas as raparigas nascidas em 1995. Em 2009, as jovens de 1996 e em 2010 as que nasceram em 1997. De 2009 a 2011, chegará às jovens de 17 anos.
-
Redução do cancro
Calcula-se que 70% dos cancros sejam provocados pelo papiloma vírus. A vacina previne estas situações.
-
Mortes
O cancro do colo do útero é responsável por mais de 300 mortes por ano em Portugal.
-

1 comentário:

henrique disse...

É um calendário muito esquesito..
Tenho uma filha que nasceu em ovembro de 1994 e só vai poder tomar a vacina em 2011. Em 2008 é para quem nasceu em 1995 e que por isso tinha, nessa altura, 13 anos. Em 2009 é para quem nasceu em 1996,continua a barreira dos 13 anos. Em 2010 é para quem nasceu em 1997.Entretanto, em 2010 a minha filha ainda não poderá ser vacinada e já terá 16 anos. Só em 2011 é que ela poderá ser vacinada. K loucura