quarta-feira, 29 de julho de 2009

Fármaco belimumab para o lúpus apresenta resultados positivos

-
Num estudo de Fase III, o fármaco belimumab (Benlysta) para o tratamento do lúpus eritematoso sistémico (LES), da GlaxoSmithKline e da Human Genome Sciences, atingiu o objectivo primário de melhorar a taxa de resposta dos pacientes, em comparação com placebo.
-
No estudo BLISS-52, 865 pacientes com LES activo receberam aleatoriamente placebo ou uma de duas doses de belimumab durante 52 semanas. Todos os pacientes receberam também cuidados standard.
-
No grupo que recebeu a dose mais elevada de belimumab, 57,6 por cento dos pacientes apresentaram melhorias dos sintomas no final do período de tratamento, enquanto que, no grupo da dose mais baixa, 51,7 por cento dos pacientes demonstraram melhorias dos sintomas. Ambos os resultados foram significativos, em comparação com a taxa de resposta de 43,6 por cento nos pacientes que receberam placebo.
-
A GlaxoSmithKline e a Human Genome estão a conduzir separadamente ensaios de Fase III ao belimumab, com a duração de 76 semanas, sendo os resultados esperados para Novembro.
-
O CEO da Human Genome, Thomas Watkins, referiu que, se resultados forem positivos, as companhias irão submeter o fármaco para aprovação nos Estados Unidos, Europa e outras regiões, na primeira metade de 2010, sendo que o belimumab pode potencialmente tornar-se no primeiro novo fármaco aprovado em décadas para as pessoas que sofrem de lúpus.(farmacia.com.pt)
-

1 comentário:

FORMATAÇÃO, MANUTENÇÃO & RECARGAS DE CARTUCHOS. disse...

Quando o Belimumab, vai ser liberado no Brasil, já que teve pesquisa aqui também e mostrou-se eficaz. Participei da pesquisa e gostaria de fazer uso do medicamento.