sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

Sensibilidade à luz pode indicar várias doenças oculares

-
A fotofobia, uma forte sensibilidade dos olhos à luz, pode ser uma reacção do organismo ao excesso de luminosidade, mas também pode ser indício de problemas mais sérios, como astigmatismo ou uveíte, segundo Eduardo Rocha, oftalmologista brasileiro. O especialista recomenda assim que a investigação oftalmológica seja realizada assim que os sintomas devido à claridade excessiva apareçam.
-
As queixas mais comuns são a dificuldade de sair durante o sol sem a protecção de óculos escuros, ou dores de cabeça no final de dias com muita claridade.
-
"A retina é formada por células fotossensíveis. Quando há algum problema, os olhos passam a repelir o excesso de informação, no caso, a luz, gerando o desconforto", adiantou o especialista.
-
Eduardo Rocha sublinha que a fotofobia é, geralmente, um sinal de processos inflamatórios no globo ocular, sejam intra ou extra-oculares, e que dificilmente ocorre num olho "normal".
-
"Muitos pacientes procuram o oftalmologista queixando-se de intolerância à luz. No entanto, depois de uma análise mais detalhada, descobre-se que a pessoa tem algum tipo de doença ocular, como um astigmatismo mal corrigido, conjuntivite ou uveíte", concluiu o especialista, alertando para a importância de procurar um médico quando surgem os primeiros sintomas.(farmacia.com.pt)
-

Sem comentários: